| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • You already know Dokkio is an AI-powered assistant to organize & manage your digital files & messages. Very soon, Dokkio will support Outlook as well as One Drive. Check it out today!

View
 

Introdução

Page history last edited by lucreal@... 13 years, 10 months ago

 PRIMEIRA VERSÃO: 

                                     TÍTULO DO TRABALHO:

              LEITURA NAS SÉRIES INICIAIS  LITERATURA INFANTIL

 

 

                                      INTRODUÇÃO

 

Marinez!

na introdução deves colocar como chegaste a pensar este trabalho... aquilo que havias escrito no projeto TCC que havia feito com os teus alunos...

o TCC é o produto do teu estágio. Deves levantar uma questão norteadora, pois só a partir daí que podes pensar em uma metodologia... vais trabalhar também a partir das reflexões do teu estágio (aquela página de reflexão será teu diário de campo).

Depois continuas como colocaste abaixo....

      Este estudo pretende desenvolver atividades que convergem para ações voltadas diretamente para alunos e professores das séries iniciais do ensino fundamental. O ensino da leitura e, particularmente, a importância da literatura na formação pessoal e intelectual do ser humano ainda nas séries iniciais.

Tradicionalmente, na instituição escolar, lê-se para aprender a ler, enquanto que no cotidiano a leitura é regida por outros objetivos, que conformam o comportamento do leitor e sua atitude frente ao texto. No dia-a-dia, uma pessoa pode ler para agir – ao ler uma placa, ou para sentir prazer – ao ler um gibi ou um romance, ou para informar-se – ao ler uma notícia de jornal. Essas leituras, guiadas por diferentes objetivos, produzem efeitos diferentes, que modificam a ação do leitor diante do texto. São essas práticas sociais que precisam ser vividas em nossas salas de aula.

     Apesar de todos os problemas funcionais e estruturais

, é na escola que as crianças aprendem a ler. Muitas têm no ambiente escolar, o primeiro (e, às vezes, o único) contato com a literatura. Assim fica claro que a escola, por ser estruturada com vistas à alfabetização e tendo um caráter formativo, constitui-se num ambiente privilegiado para a formação do leitor. Considera-se que o gosto pela leitura se constrói através de um longo processo e que é fundamental para o desenvolvimento de potencialidades. Há a necessidade de se propor atividades diversas e diferenciadas para a formação do leitor crítico.

Os objetivos gerais do estudo consistiu em formar o leitor autônomo (alunos e professores das séries iniciais), através do estímulo à sensibilidade, criatividade e criticidade e da formação do gosto pela leitura, contribuindo para a construção de uma cidadania plena. Prevê na motivação da leitura nas séries iniciais para a formação de leitores efetivamente comprometidos com a prática social.

 

 1- O LUGAR DA LITERATURA NA ESCOLA (está ótimo este início de referencial teórico)

        "É na escola que identificamos e formamos leitores..." Bamberger (1988). Quando se fala em criança, pode-se perceber que a literatura é indispensável na escola como meio necessário para que a mesma compreenda o que acontece ao seu redor e para que seja capaz de interpretar diversas situações e escolher os caminhos com os quais se identifica.

     Daí a importância em se propiciar a leitura e a literatura de modo a permitir ao aluno criar e recriar o universo de possibilidades que o texto literário oferece. Pode-se dizer que a escola tem a oportunidade de estimular o gosto pela leitura se consegue promover de maneira lúdica o encontro da criança com o trabalho.

A literatura tem sua importância no âmbito escolar devido ao fornecimento de condições que propicia à criança em formação. Essa literatura é um fenômeno de criatividade, aprendizagem e prazer, que representa o mundo e a vida através das palavras
     Segundo Paulo Freire a leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra. O ato de ler se veio dando na sua experiência existencial. Primeiro, a “leitura” do mundo do pequeno mundo em que se movia; depois, a leitura da palavra que nem sempre, ao longo da sua escolarização, foi a leitura da “palavra mundo”. Na verdade, aquele mundo especial se dava a ele como o mundo de sua atividade perspectiva, por isso, mesmo como o mundo de suas primeiras leituras.

 

      Metodologia (o que está abaixo não é metodologia)

 

     Assim este estudo definiu como importante o cultivo do espaço da biblioteca, através do Laboratório de Leitura, Literatura e Educação, como lugar onde a prática de leitura não esteja restrita à pesquisa e consulta, mas voltada para a satisfação de necessidades mais amplas do ser humano (culturais, afetivas, estéticas, etc.);      

     Estimular o uso da literatura infantil como elemento essencial para a formação do leitor nas séries iniciais;      

     Estimular o trabalho com a oralidade no texto literário, aproveitando o universo infantil para as várias possibilidades de leitura; Formar o professor das séries iniciais como contador de histórias e criar conjuntamente metodologias que proporcionem a formação do gosto; Acompanhar e orientar o trabalho desenvolvido por professores em sala de aula; Disseminar e multiplicar as metodologias para formação do leitor; Habilitar o aluno para consulta em bibliotecas (conhecimento de regras de funcionamento, cuidados com acervo, procedimentos para inscrição, consulta e/ou retirada de trabalhos, etc.);

     Constituir acervo diversificado de literatura infantil e de material didático-pedagógico para alunos e professores, bem como produzir guias de leitura que auxiliem na seleção de obras literárias adequadas para o trabalho nas séries iniciais; expandir as formas de interpretação de textos escritos para diferentes campos de linguagem (teatro, artes plásticas, música, cinema, etc.). Proporcionar acesso de alunos das séries iniciais a novas tecnologias, como o computador, por exemplo, desmistificando seu uso e viabilizando-o como nova possibilidade de linguagem.

 

 

 

Comments (3)

cristiane.pead said

at 8:18 pm on Sep 21, 2010

Oi, Marinez!
Eu entrei na sua wiki e vi que vc já conseguiu novamente acessá-la e editá-la.
Bem, eu não cheguei a ler o trabalho todo. Contudo, vi que vc publicou em separado o sumário e as referências.
Todo o trabalho deve sempre ser publicado na íntegra na sua wiki, isto é, não precisa abrir páginas extras para os itens.
Além disso, vc deveria ter nomeado toda essa parte como TCC versão 1.
Foi enviado um e-mail para vcs falando da publicação das versões, eu vi que vc visitou a página da professora Lu,
mas aí vai parte da mensagem que está publicada na página inicial da professora Luciane:

Pessoal, não se esqueçam que estamos orientando a VERSÃO 1 do TCC.
Após essas orientações, toda mudança que vocês realizarem deverá ser salva em novo documento nomeado VERSÃO 2, que será o PRODUTO de tudo que foi feito na VERSÃO 1 + ORIENTAÇÕES + CONTINUIDADE DO TCC.
E na wiki de vocês deixem a versão 1 linkada, sem apagar as orientações. Para podermos ter o acervo e a compreensão de todo o processo de construção do TCC de vocês.

é isso aí, vamos em frente na construção do TCC!
Em breve, entramos em contato.
Abraços e bom início de semana!
Cristiane Todeschini, Tutora.

Marinez de Andrade Pinto said

at 11:08 pm on Sep 21, 2010

Oi, Cristiane!Postei separado as páginas do sumário e referências por ter entendido que a cada desenvolvimento do trabalho eu deveria publicar ali e só na finalização do trabalho seria colocado no todo.Após as tuas orientações abrirei então a página versão 2 com as observações feitas.Obrigada pelas dicas.Boa semana!Bj.Marinez

lucreal@... said

at 8:10 pm on Sep 22, 2010

Oi Marinez! Coloquei algumas observações em alaranjado.... estou preocupada pq não tens uma questão norteadora. Poderia articular uma questão a partir do teu projeto no estágio
de leitura para todos... após colocares tua questão é que podemos pensar na metodologia. Publica a segunda versão que eu volto para orientar. O início está muito bom... acho que o tema que pegaste está bem posto.
Bjs LUciane.

You don't have permission to comment on this page.